• Carlos Honorato Teixeira

FEBEAPÁ - Festival de Besteiras que Assola o País

“Difícil dizer o que incomoda mais, se a inteligência ostensiva ou a burrice extravasante.” STANISLAW PONTE PRETA



Nestas últimas semanas, com tantos comentários absolutamente desnecessários (para não dizer idiotas), de todos os lados e ideologias, não me sai da cabeça as histórias de um livro que li ainda no ginásio - FEBEAPÁ - Festival de Besteiras que Assola o País - uma série de 3 ou 4 revistas escritas a partir de 1966, que discorre sobre as besteiras faladas e executadas por personagens de 50 anos atrás.


Relendo algumas frases, a similaridade das besteiras de 50 anos atrás com os nossos dias é impressionante, denotando um certo grau de estagnação ou, pior, regressão a um estilo de pensamento absolutamente anacrônico, antiquado e, quando dito por autoridades, fora de qualquer senso de urgência e ação, para um país que ainda está em crise e tem mais de 27 milhões de pessoas desempregadas, desiludidas e desalentadas.


Vou transcrever algumas citações (aquelas possíveis de serem citadas nos dias de hoje, passando pelo crivo voraz da vigilância do politicamente correto) de Stanislaw Ponte Preta que faleceu precocemente em 1968 e não viveu para ver AI-5 e muito menos nosso 2020 com José de Abreu e Regina Duarte, domésticas viajando para Disney, dress code no carnaval de Belo Horizonte e outras pataquadas e grosserias ditas e feitas pelos nossos "líderes" do momento.


“Basta ler meia página do livro de certos escritores para perceber que eles estão despontando para o anonimato.”

STANISLAW PONTE PRETA


“Correu o mês de março tranquilo, embora o Coronel Costa Cavalcanti, deputado pernambucano e líder da tal linha dura, afirmasse que a candidatura Costa e Silva ‘cheirava a povo’, demonstrando um defeito olfativo impressionante.“

FEBEAPÁ 1966


“Lavar a honra com sangue suja a roupa toda.”

STANISLAW PONTE PRETA


“Foi então que estreou no Teatro Municipal de São Paulo a peça clássica Electra, tendo comparecido ao local alguns agentes do DOPS para prender Sófocles, autor da peça e acusado de subversão, mas já falecido em 406 A.C..”

FEBEAPÁ 1966


“Política tem esta desvantagem: de vez em quando o sujeito vai preso em nome da liberdade.”

STANISLAW PONTE PRETA


“Pelo jeito que a coisa vai, em breve o terceiro sexo estará em segundo.”

STANISLAW PONTE PRETA


“Imbecil não tem tédio.”

STANISLAW PONTE PRETA


30 visualizações

© 2020 Carlos Honorato

  • Twitter Clean Grey
  • LinkedIn Clean Grey

Praça Pamplona

São Paulo